Como montar um e-commerce
Pesquisas

Como montar um e-commerce

Se você ainda não tem um e-commerce e está pensando em montar um pode se tornar uma ideia bem interessante e lucrativa, se for feito com uma estruturada bem formada. Mas para aproveitar essa oportunidade você deve se atentar ao modelo de negócio, então vai algumas dicas para te ajudar.

  • Quais são os principais passos para montar um e-commerce?
    • Escolher um nome - Desenvolva um nome para sua empresa, onde partirá todo o seu projeto de marketing, tal como logos, sites e redes sociais.
    • Qual produto vender? – Determine qual o tipo de produto que irá mexer, e como irá fazer para produzi-lo ou comprá-lo para estoque.
    • Para qual tipo de cliente – Dentro do mercado existem vários tipos de pessoas, com vários gostos diferentes e várias necessidades diferentes, cabe a você determinar para qual deles você irá oferecer seus produtos.
    • Estruturar processos e procedimentos da empresa – A empresa deve ter seus processos e procedimentos definidos e claros para todos da empresa, afim de que os processos fiquem muito mais ágeis e todos saibam exatamente o que estão fazendo dentro daquela cadeia de suprimentos.
    • Registro de domínio – É preciso registrar um domínio na internet caso queira fazer a venda direta por um site próprio, assim você garante um endereço para o seu site e evita problemas futuros.
    • Escolha da plataforma – A plataforma de e-commerce é a ferramenta em que as empresas podem expor seus produtos em uma vitrine maior, dentro de sites já renomados do e-commerce.
    • Documentos necessários para abertura – Para abrir uma empresa no Brasil há uma série de documentos que você precisa providenciar. Podem variar de acordo com a área de atuação, mas os mais comuns são:
      • CNPJ;
      • Inscrição na Previdência Social;
      • Contrato Social;
      • Registro na Junta Comercial;
      • Alvará de Localização e Funcionamento;
      • Inscrição Estadual.
    • Conhecer todas as leis do e-commerce – Para legalizar as atividades on-line e garantir que os direitos do consumidor sejam atendidos, o Decreto nº 7.962/2013 foi criado. Ele é conhecido como a Lei do e-commerce, e visa estabelecer algumas regras, como:
      • Identificação completa do fornecedor no site;
      • Endereço físico e eletrônico no site;
      • Informações claras e precisas;
      • Resumo e contrato disponibilizados;
      • Obrigação da etapa de confirmação de compra;
      • Regras para o atendimento eletrônico;
      • Manutenção da segurança das informações;
      • Permissão do direito de arrependimento;
      • Regras para estornos solicitados;
      • Regras para compras coletivas.
    • Selecionar as transportadoras para cada estado – Quando a empresa vai vender em qualquer plataforma de e-commerce, ela necessariamente precisa ter uma tabela de frete para cada estado brasileiro, ou seja, ela deve contratar algumas transportadoras para que esse transporte nacional seja realizado.
    • Cadastro de CEP / FRETES nos marketplaces – Após o selecionamento das transportadoras é a empresa que deve cadastrar o frete e CEP de cada região.
    • Cadastro de produtos para vendas – Depois de ter feito todas essas etapas você pode cadastrar os produtos com os preços determinados que você pretende vender
Write what you are looking for, choose the filters and press enter to begin your search!